NOTÍCIAS
 
13/06/2018 - 22:17h
MANEJO DO CANÁRIO DA TERRA

MANEJO PARA TORNEIO : ISOLAR OU AGRUPAR

 

 

 

 

Muito se discuti sobre o manejo ideal para o canário da terra fazer uma boa apresentação em Torneios.

 

O que é melhor, isolar ou deixar morar junto com outros?

 

Vai  depender  muito  de  cada  pássaro,  alguns  aceitam  qualquer tipo de manejo, outros necessitam de um manejo especial.

 

Posso dizer que a grande maioria dos canários de torneios aceitam tanto o isolamento como o agrupamento.

 

As  exceções  estão  ligadas  a  alguns  canários  que  não  suportam ouvir outro canto a não ser o dele:

 

1 - As vezes as disputas em ambiente doméstico deixa esse tipo de canário um tanto quanto fragilizado para a disputa fora de seu território,  fazendo  com  que  corra  nas  rodas,  não  renda  como rendia  (cantando  sem  vontade,  cantando  baixo,  gurrinchando muito, cantando até um certo período da roda ou  parando e só querendo briga).

 

2 -  Em outros casos,  o deixa com tanto estres que também será prejudicado  na  competição  em  Torneio.  Alguns  desses  que  se estressam,   apresentam   comportamento   como:   mordendo   a vareta  da  gaiola,  bicando  seu  próprio  corpo,  se  movimentando muito de forma agressiva e perdendo o foco da disputa.

 

Esse tipo de canário realmente precisa ser mantido isolado.


 Mas, a grande maioria consegue viver em ambiente doméstico de forma agrupada e ainda participar das competições de torneios.

 

Para isso, existe uma necessidade que não depende do pássaro e sim do proprietário (puxador).

 

O pássaro precisa ser tratado diferentemente pelo proprietário. Precisa-se ter uma visão de que ele é um pássaro de competição de não um instrumento de canto pra exibição em casa.

 

Cada pássaro precisa ter o seu local fixo.

 

Não é correto deixar um canário ao lado do outro de forma que as gaiolas fiquem bem próximas.

O Correto é deixar o mais distante possível.  Em  uma  parede  de  5  metros  da  pra  se  colocar  04 canários,  logicamente  com  barreira  visual.  Para  as  pessoas  que consegue deixar mais longe ainda, fica melhor.

 

Nos primeiros dias, ocorrerão as disputas, mas, aos poucos eles vão se acostumando um com o canto do outro e diminuindo a forma de disputa tão agressiva.

 

Não   existe   necessidade   de   ficar   encapados   durante   toda   a semana. Pode deixar sem a capa e encapar na quinta feira a tarde. Nesse momento eles passarão a ficar ainda mais calmos.

 

O grande segredo está em não mostrar um canário ao outro, não provocar a disputa.

 

Ao tratar, fazer o manejo de cada gaiola por vez, retirando do local e  levando  para  outro,  onde  será  tratado  e  feito  a  limpeza  da gaiola, após  voltar para o local de origem.

 

Tratando um por vez, até que todos sejam tratados sem se verem.

 

Mesma coisa é o banho de sol com banheira, um de cada vez (ideal um por dia), para que não haja provocação entre eles.

 

Não  esquecer  de  encapar  na  quinta  a  tarde  onde  ajudará  a acalmar ainda mais os pássaros.

 

Não adianta iniciar esse manejo na segunda e querer ter sucesso no domingo. Manejo agrupado, precisa de pelo menos 15 dias de confinamento dos pássaros selecionados.

 

  

Muitos cometem o grande erro de ficar mexendo com os pássaros em casa, todos os dias, provocando, fazendo com que um sinta o outro ou algum se estresse, ao ponto de que quando saírem, não corresponderem as expectativas do puxador.

 

Pássaro   pra   cantar   em   casa,   não   requer   nenhuma   seleção genética, qualquer canário pangaré, regado a fêmea ou viciado no prego, vai dar um show que as vezes um famoso de roda não daria.

 

Assim,  precisa  ser  feito  uma  escolha  em  condicionar  os  bichos para Roda ou ficar brincando em casa e carregar o insucesso nos torneios.

 

Volto a dizer, o grande segredo do canário da terra é dar paz a ele.

 

Também, vale lembrar do canário que não gosta de ser isolado.

Muitos  canários  quando  isolados,  perdem  a  vontade  de  cantar, chegando a esfriar de uma tal forma (quando vai pra competição), que o próprio puxador não acredita no que está vendo.

 

Como  a  regra  que  sempre  seguimos  aos  anos  é  o  isolamento, quando um canário de roda é isolado,  você espera que esse vá render mais, e, quando isso não ocorre, tudo passa pela cabeça do puxador, menos o fato de que o canário não agradou do manejo dado a ele.

 

Saindo  um  pouco  da  linha,  mas  ainda  no  mesmo  seguimento, existe algo muito importante que é a escolha onde o canário irá morar.

 

Geralmente e a primeiro passo, somos nós que escolhemos o local e deixamos a vontade do pássaro em terceiro plano.

Pessoal, quem precisa escolher o local de morar é o pássaro. Coloca-se o pássaro em determinado local e observa se ele está agradando, se esta pulando normalmente, trincando, cantando, se toma banho com facilidade, procura comida, isso tudo é sinal de que ele agradou de onde foi colocado.

 

casos que coloca-se o pássaro em um local e esse fica agindo de forma diferente de um pássaro alegre e acomodado.

O pássaro começa   a   olhar   para   um   lado,   para   outro,   demostrando estranheza, não canta, não toma banho, não vai na comida. Com toda  certeza  esse  pássaro  vai  sentir  ao  ponto  de  ficar  chucro (estressar), não cantar e possivelmente esfriar.

Então, muita atenção ao escolher o local onde o pássaro ira morar.

 

Voltando ao manejo, criamos os filhotes e os condicionamos da forma que achamos melhor. Não serão prejudicados por estarem morando  juntos,  mas,  não  se  pode  esquecer  o  segredo  de  não ficar  mexendo  e  mexendo  com  o  pássaro  em  casa,  isso  com certeza é o grande VENENO que o mata quando chega no torneio.

 

Abraços a todos , espero ter
contribuído.

Osmar Sandoval


< voltar

 
 
www.criatorioespelhodafibra.com.br - 2018 - Desenvolvimento: